Colina adere à Campanha “Janeiro Roxo”

 

A Prefeitura Municipal de Colina, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, aderiu à Campanha “ Janeiro Roxo” de  combate à Hanseníase, doença  infecciosa, antigamente conhecida como lepra. Desenvolvida pelo Ministério da Saúde, a campanha visa ampliar o conhecimento da população sobre a doença, por meio de ações de conscientização, e reforçar a importância do diagnóstico precoce para evitar a ocorrência de sequelas graves, que geram incapacidades físicas e interromper a cadeia de transmissão.

O “Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase” é comemorado sempre no último domingo do mês – em 2022, próximo dia 30.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, durante todo o mês serão realizadas ações educativas de  conscientização em todas as Unidades de Saúde do município, com informações e orientações a todos os pacientes que buscam atendimento nas unidades,  distribuição de panfletos,  além da aplicação de  questionário de suspeição de sintomas. Caso haja critério de avaliação, a pessoa será examinada e se necessário, será feita coleta de material para análise.

As ações acontecem durante todo o mês, no entanto, a Semana de Mobilização Nacional está marcada para o período de 17 a 22 janeiro, quando as ações serão intensificadas.

O trabalho contará também com a atuação dos Agentes Comunitários de Saúde, que direcionarão seu foco nas visitas domiciliares à detecção de possíveis casos relacionados.

“Essa busca ativa de sintomáticos  viabiliza o diagnóstico precoce, previne incapacidades e interrompe a cadeia de transmissão, que ocorre pela transmissão do bacilo da pessoa infectada por espirro ou tosse”, afirma a Secretária Municipal da Saúde, Dra. Sadia Daher Rodrigues Ferreira.

É fundamental que as pessoas observem os sintomas, como manchas claras ou vermelhas na pele com diminuição da sensibilidade, dormência e fraqueza nas mãos e nos pés,  e procurem o médico para uma avaliação. A doença tem cura e o tratamento é gratuito em todo o Brasil, com duração média de 6 a 12 meses.

Colina registra atualmente um caso  da doença, cujo paciente está em tratamento.

 

Assessoria de Imprensa

Prefeitura M. de Colina

PS- Já aprovado pela Dra. Sadia.