Domingo, 23 de Fevereiro de 2020 -
     
 


Colina implanta o Ensino Fundamental de 9 anos

06/03/2007

Em conformidade com as Leis Federais 11.114/05 e 11.274/06, que tornaram obrigatório o ensino

Em conformidade com as Leis Federais 11.114/05 e 11.274/06, que tornaram obrigatório o ensino fundamental aos 6 anos de idade e o ampliou para 9 anos, a Prefeitura Municipal de Colina, através da Secretaria Municipal de Educação, decidiu implantar a novidade já em 2007.

A Secretária Municipal de Educação Designada, Elizabete Milani Neme, explicou que embora o Governo Federal tenha dado um prazo até 2010 para a adequação, não há porque protelar a implantação, uma vez que a estrutura da rede municipal comporta a novidade, e até porque já estava previsto no Plano Municipal de Educação, que segue o Plano Nacional. Hoje o Ensino Fundamental atende 1.050 crianças, mas com a implantação do Ensino Fundamental de 9 anos, aproximadamente mais 200 crianças estarão ingressando no primeiro ano.

Bete informou também que os ensinos de 8 e 9 anos vão coexistir, até que o de 8 anos desapareça. A nomenclatura também será alterada para primeiro ano e não mais 1ª série.

A implantação do Ensino Fundamental de 9 anos implicará na reorganização curricular e pedagógica, no redimensionamento dos espaços e ambientes escolares, além do aumento do número de profissionais para atendimento dessa nova demanda.

“O Ensino Fundamental de 9 anos garante mais um ano de escolaridade às crianças, traduzindo-se em benefícios na aprendizagem, além de estarmos trabalhando em conformidade com as leis’. Assim a Secretária resumiu a importância da implantação do Ensino de 9 anos, que possibilitará também a adequação do atendimento nas creches e pré-escolas, que passam a atender crianças de zero a tres anos e de 4 a 5 cinco anos, respectivamente. Com isso, segundo Bete, não haverá mais lista de espera nas creches, pois será possível atender toda a demanda.

Uma outra novidade, é que a Prefeitura estará enviando à Câmara Municipal Projeto de Lei que altera e amplia a jornada da Educação Infantil nas pré-escolas, de 4 para 5 horas diárias.