Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019 -
     
 


Colina participa da Semana Estadual de Mobilização Social contra o Aedes Aegypti 2019

02/12/2019 | 11h03



Colina está participando da Semana Estadual de Mobilização Social contra o Aedes Aegypti da Secretaria de Estado da Saúde, que propõe ações distintas em dois períodos.

No primeiro, realizado nesta semana, de 25 a 29 de novembro, as ações foram voltadas para os alunos da Rede Municipal de Ensino. Os alunos, exceto das Escolas Municipais Lamounier de Andrade e Escola Técnica Agropecuária Municipal “São Francisco de Assis”, participaram de atividades educativas em sala de aula, orientadas pelos professores e Equipe de Vetores. Os alunos desenvolveram várias atividades e receberam panfletos explicativos, intitulado, “Colina contra o Mosquito”, com medidas preventivas e os sintomas da doença. As atividades incluíram também verificação das condições do ambiente escolar para evitar a proliferação de mosquito no período escolar.

Para a Secretária Municipal da Saúde, Dra. Sadia Daher Ferreira Rodrigues, o trabalho com as crianças é fundamental na luta contra o Aedes. “Informando as crianças, acreditamos que também estaremos mobilizando as famílias e a comunidade, porque as crianças acabam se tornando multiplicadoras da informação e fiscalizadoras dentro das suas residências e até nos bairros”.
Já entre os dias 2 e 7 de dezembro, numa segunda etapa das ações da Semana, serão intensificadas ações de controle vetorial, com priorização de áreas de recipiente que possam ser importantes na reprodução do mosquito. A equipe do Controle de Vetores do município estará em ação, assim como durante todo o ano, reforçando as ações de controle nos bairros que apresentam maior incidência de focos, conforme a última ADL- Avaliação de Densidade Larvária, realizada no município no mês de outubro, que indicou um índice de infestação de 1,64, número acima do recomendado pelo Organização Mundial da Saúde, que é de até 1.

O verão ainda não chegou, mas as chuvas sim, por isso é preciso redobrar os cuidados com o mosquito. Por ser um período quente e com frequentes pancadas de chuva, a velocidade de reprodução do mosquito é ampliada. Além da dengue, existe o temor das demais arboviroses, que são: febre amarela, zika e chikungunya.

A orientação da Saúde é para que os munícipes adotem uma rotina de eliminar possíveis criadouros, verificando diariamente seus quintais mantendo-os limpos e livres de focos.

Assessoria de Imprensa
Prefeitura M. de Colina