Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020 -
     
 


Prefeitura de Colina realiza programa de castração gratuita de cães e gatos

13/02/2019 | 10h00



Proprietários de animais devem fazer o cadastramento na Secretaria Municipal de Saúde, a partir do dia 19 de fevereiro. Clínicas credenciadas prestarão o serviço de esterilização.


A Prefeitura Municipal de Colina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vai realizar o programa de castração gratuita, visando o controle populacional de cães e gatos no município. Inicialmente, os proprietários de animais interessados no procedimento devem fazer um cadastro.

O cadastramento é presencial e deve ser realizado por pessoas com idade mínima de 18 anos, a partir do dia 19 DE FEVEREIRO DE 2019, todas as terças e quintas-feiras, na sede da Secretaria de Saúde, que está situada na Rua Cel. Nogueira, 321, com atendimento das 08h às 11h e das 13h às 16h.

É necessário que o responsável pelo animal apresente cópias do RG, CPF, comprovante de residência; número de NIS (população de baixa renda) e preencha uma ficha com a descrição do animal.

A castração será ofertada para cães e gatos, fêmeas e machos, em clínicas veterinárias credenciadas pelo município.

Terão preferência no atendimento os animais errantes (cães e gatos de rua) e, posteriormente os pertencentes à população de baixa renda, principalmente aqueles que estiverem recebendo benefícios sociais provenientes dos Governos Federal, Estadual e Municipal, cadastrados na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em conformidade com informações levantadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

A ação respeita a Lei Municipal nº 3.242, de 30 de janeiro de 2018, que institui o programa de controle populacional de cães e gatos no município de Colina.

O Prefeito Municipal de Colina, Dieb Taha, falou sobre a importância da iniciativa. “O programa de castração busca a redução da proliferação da população de cães e gatos errantes ou semi-errantes, além da regulamentação da posse responsável de animais domésticos e domesticáveis no município. É uma importante medida que auxiliará no controle populacional desses animais, além da preservação da saúde humana e assistência à saúde animal, para reduzir os impactos negativos causados pelo acúmulo de cães e gatos nas ruas. “Os animais abandonados são agentes proliferadores de zoonoses e, por estarem abandonados, estão sujeitos a muito sofrimento, como por exemplo, fome, risco de atropelamento e maus tratos”, disse.

“A responsabilidade pelos animais errantes é da Prefeitura Municipal e o intuito do programa é tentar amenizar o problema (através de meios humanitários) com a conscientização sobre a posse responsável dos animais e o projeto de controle populacional com o emprego da esterilização cirúrgica (castração) de fêmeas e machos”, disse o Prefeito Dieb.

Tetê Poliseli
Assessora de Imprensa
Prefeitura Municipal de Colina



Foto ilustrativa. Fonte: Google.