Domingo, 29 de Março de 2020 -
     
 


Prefeitura de Colina realiza vacinação contra Febre Amarela

17/01/2017



A Secretaria Municipal da Saúde informa que a ação é preventiva e para atualização do esquema vacinal.

Em virtude do surgimento de casos de febre amarela em pessoas e animais na região, a Prefeitura Municipal de Colina, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, intensifica o alerta para que toda a população esteja em dia com a vacinação contra o vírus.

Assim, a Secretaria Municipal da Saúde está realizando horário especial de atendimento para a vacinação contra a Febre Amarela, na Unidade Básica de Saúde – UBS “Fioravante Caldana”, localizada no bairro Vila Fabri, para imunizar as pessoas que estão com a vacina em atraso e que tenham dificuldades para vacinar-se em horário de expediente normal.

Para ser atendido, é fundamental que o munícipe leve a carteira de vacinação e o cartão do SUS.

Nos dias 18 de janeiro (quarta-feira) e 26 de janeiro (quinta-feira), a UBS da Vila Fabri estará aberta para vacinação das 17h às 20h. Já no dia 21 de janeiro (sábado), equipes volantes da Secretaria percorrerão a zona rural para vacinação, das 7h às 13h.

É necessário destacar que a vacina contra a Febre Amarela é gratuita e será realizada mediante a verificação da situação vacinal – considerando que ao longo da vida, cada pessoa deverá ter duas doses na caderneta de vacinação. Não será realizada vacinação indiscriminada. As pessoas que tiverem a vacina em dia não serão imunizadas.

A Secretária Municipal da Saúde, Dra. Sadia Daher Rodrigues Ferreira ressaltou que a ação é preventiva. “O Governo Municipal faz o seu papel e esperamos o comprometimento da população. Pedimos aos colinenses que atualizem sua carteira de vacinação, se necessário, tomem a vacina contra a Febre Amarela! Colina não tem casos positivos da doença em animais e não há casos suspeitos ou confirmados em humanos”.

Prevenção – Além da vacina contra a Febre Amarela, a prevenção da doença deve ser feita evitando a disseminação do mosquito transmissor, o Aedes aegypti. Recipientes como caixas d’água, latas e pneus com água parada são ideais para que a fêmea do mosquito deposite seus ovos, de onde nascerão larvas, e se tornarão mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados.

Tetê Poliseli
Assessora de Imprensa
Prefeitura Municipal de Colina



UBS "Fioravante Caldana" - Vila Fabri